Terça, 25 de Junho de 2024
Geral Acidente

Veja quem são as vítimas de barco que naufragou na Bahia

Três das seis vítimas do barco que naufragou na noite de domingo (21), na cidade de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador, eram da mesma família.

23/01/2024 às 09h58
Por: Redação PN
Compartilhe:
Veja quem são as vítimas de barco que naufragou na Bahia

Três das seis vítimas do barco que naufragou na noite de domingo (21), na cidade de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador, eram da mesma família. Outras três pessoas morreram.

Veja abaixo o perfil delas:

Tia e sobrinho mortos

Rosimeire era tia de Ryan vítimas naufrágio em madre de Deus

Rosimeire Maria Souza Santana, de 59 anos, está entre as vítimas do acidente marítimo. Ela era dona de um quitanda, tipo de mercearia que vende frutas, verduras e legumes, localizada na rua 21 de Abril, no Centro de Madre de Deus.

A mulher estava com o sobrinho, Ryan de Souza Santos, de 22 anos, que também morreu no acidente. Outros dois sobrinhos dela: Alice Maria, de 6 anos, e Vanderson de Queiroz, de 42 anos, continuam desaparecidos.

Morte de amigas

As amigas Flaviane e Hayala vítimas do Naufrágio em Madre de Deus

Entre as vítimas que morreram também estão as amigas Flaviane Jesus dos Santos, de 29 anos, e Hayala dos Santos Conselho, de 32 anos. A segunda foi encontrada por volta de 8h50, na região de Loreto.

Flaviane Jesus trabalhava como operadora de caixa em um supermercado de Madre de Deus há alguns meses. Na frente do estabelecimento, foi colocado um cartaz com a mensagem de luto.

O pai de Flaviane Jesus era o comandante do barco. E o neto dele, Jonathan Miguel Santos, de 7 anos, também morreu no naufrágio.

Jonathan Miguel Santos, de 7 anos também morreu no naufrágio em Madre de Deus

A outra vítima do acidente marítimo foi identificada como Caroline Barbosa de Souza, de 17 anos.

Caroline foi uma das vítimas do naufrágio em Madre de Deus

Piloto identificado

O piloto do barco foi identificado pela Polícia Civil e será ouvido nesta segunda-feira (22). Mais cedo, a Marinha do Brasil, tinha informado que a embarcação fazia transporte irregular de passageiros. O órgão investiga se houve excesso de pessoas no veículo.

Segundo a Marinha, o veículo “Gostosão FF” é inscrito na classe “saveiro”, para uso exclusivo em atividades de esporte ou recreio. Isso significa que o barco não era habilitado para o uso comercial.

Fonte: g1

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias