Terça, 25 de Junho de 2024
Geral Crime

Justiça decreta prisão do marido de cantora gospel Sara Mariano; homem confessou feminicídio

A pastora estava desaparecida desde a terça (24), quando saiu de casa no bairro de Valéria, em Salvador, para seguir rumo a um suposto evento religioso na cidade.

28/10/2023 às 09h04
Por: Redação PN
Compartilhe:
Justiça decreta prisão do marido de cantora gospel Sara Mariano; homem confessou feminicídio

A Justiça decretou a prisão temporária do esposo de Sara Mariano, Ederlan Santos Mariano, na noite da última sexta-feira (27). Segundo informações do Mais Região, parceiro do Bahia Notícias, o homem teria confessado a participação na morte da vítima.

O corpo da cantora gospel foi encontrado carbonizado, na sexta, nas margens da BA-093, em Dias d’Ávila, e foi reconhecido pelo próprio marido de Sara, que esteve o esteve presente no local no momento da busca. A pastora estava desaparecida desde a terça (24), quando saiu de casa no bairro de Valéria, em Salvador, para seguir rumo a um suposto evento religioso na cidade.

O Mais Região obteve detalhes da investigação da Polícia Civil, onde as circunstâncias apontaram Ederlan como o mandante do crime.

Segundo investigações, o principal indício contra o acusado, foi um pedido realizado, um dia após o desaparecimento de Sara, na quarta (25). O suspeito foi até uma assistência técnica de celulares no bairro onde reside e pediu para que o aparelho celular que pertencia à cantora fosse formatado. O proprietário do estabelecimento contou à Polícia que Ederlan estava nervoso e apreensivo no momento que chegou à loja. O homem disse que não tinha conhecimento do desaparecimento de Sara.

Um segundo depoimento prestado na sexta, reforçou mais ainda as suspeitas contra Ederlan, já que ele havia negado à Polícia a existência de traição por parte da cantora.

Além disso, após ter conhecimento do desaparecimento de Sara, um homem revelou à polícia que teve uma relação extraconjugal com Sara há cerca de quatro meses e que o caso teria sido descoberto pelo esposo, após ter acesso às conversas da pastora com o suposto amante. O homem contou que a conheceu há seis meses quando trabalhava como Uber em Salvador, que passou a fazer várias viagens para Sara e que através desse contato eles acabaram se envolvendo.

A polícia também teve acesso a um áudio de Sara enviado pelo Whastapp onde ela relata que Ederlan estava tentando comprar uma arma. Na gravação, a cantora disse que ameaçou terminar o casamento caso ele aparecesse com alguma arma em casa.

Após os indícios apresentados, Ederlan acabou confessando ao delegado Euvaldo Costa, titular da 25ª Delegacia de Dias d’Ávila.

O acusado foi encaminhado para Salvador onde fará exame corpo delito, em seguida retornará para a 25ª, onde ficará custodiado.

Fonte: BN

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias